Nos avalie
Encontra-se em: Panda Security > Home Users > security-info > classic-malware > Trojans
Trojans

Trojans 

Os Trojans podem ser efeitos extremamente perigosos e resultar em danos enormes, tendo em conta a sua evolução nos últimos anos.

O que são os Trojans?

O principal objetivo deste tipo de malware é instalar outras aplicações nos computadores infectados, para que possam ser controlados a partir de outros computadores.

Os Trojans não se distribuem autonomamente. Como o seu nome sugere, tal como os astutos Gregos invadiram Tróia na mitologia Grega, estes códigos maliciosos infiltram-se nos computadores disfarçados de programas aparentemente inofensivos, mas que na maioria dos casos transfere ou executa um segundo programa que se trata efetivamente do Trojan.

Atualmente, os Trojans representam sozinhos mais de metade do malware em circulação, situação com tendência crescente dado o nível de sucesso que demonstra.

Como atuam?

Os Trojans podem provocar efeitos extremamente perigosos. Tal como os vírus, conseguem destruir arquivos ou informação nos discos rígidos. Adicionalmente, conseguem capturar e reencaminhar dados confidenciais aos seus criadores, ou mesmo abrir portas de comunicação para permitir o controle à distância por parte de um intruso. Por englobar todas estas possibilidades, tornaram-se o tipo de malware preferido e mais utilizados pelos hackers para, essencialmente, roubar informação bancária confidencial.

Evolução

Os Trojans eram inicialmente desenvolvidos para provocar o maior nível de danos possível nos computadores comprometidos. Entre as ações mais comuns encontravam-se a formatação de discos e a eliminação de arquivos do sistema, apesar da sua presença em particular não ser nessa época muito perceptível, dado que os seus criadores procuravam causar epidemias massivas, e os Trojans não se propagavam pelos seus próprios meios. Um destes exemplos foi o Autorooter.

Mais recentemente, graças à massificação da Internet, a tendência mudou porque os hackers aperceberam-se da utilidade deste tipo de malware para o roubo de dados bancários em operações online. De fato, esta nova realidade levou ao aparecimento de novas categorias de malware, como os Banker Trojans e o Spyware.

Na categoria dos banker Trojans, o mais famoso é sem dúvida a familia Trj/Sinowal, um kit vendido em fóruns Russos que permite aos seus compradores criar um banker Trojan personalizado para lançar um ataque a alvos específicos.

No PandaLabs observamos um aumento preocupante na produção de banker Trojans, conforme ilustrado no seguinte gráfico. Os Trojans representam atualmente cerca de 70% de todo o malware recebido nos nossos laboratórios.




Como se proteger?

Para se proteger contra este perigoso tipo de malware, siga à risca os seguintes conselhos da Panda:

  • Não transfira conteúdos duvidosos ou de websites desconhecidos ou não recomendados.
  • Controle os downloads realizados através de redes de partilha de arquivos por P2P.
  • Mantenha o programa antivírus atualizado. Caso não tenha um antivírus, poderá instalar qualquer uma das soluções da Panda Security para usufruir de proteção completa contra estas e outras ameaças.
  • Execute uma análise antivírus gratuita do seu computador para confirmar se está livre de Trojans.
  • Mantenha-se informado acerca das últimas ameaças e técnicas utilizadas pelos hackers.