Encontra-se em: Panda Security > Home Users > About Panda > press-releases > Lista dos últimos press releases

RssBurner ViewNews True 0

Adware aumenta no terceiro trimestre

03/10/2008 0:00:00. Untitled Document

O adware aumentou mais do que qualquer outro tipo de malware durante o terceiro trimestre do ano, representando 31,05% de todo o novo malware que surgiu durante este período, subindo cerca de 10 pontos comparativamente ao anterior trimestre. A razão principal é o aumento da oferta de falsos antivírus utilizados para enganar os utilizadores, infectar-lhes os computadores e eventualmente defraudarem as vítimas.

Os falsos antivírus, quando executados, aparentam realizar uma análise ao computador e, inevitavelmente, detectam uma série de infecções que na realidade são completamente falsas. As aplicações afirmam que para “desinfectarem” o computador, os utilizadores devem adquirir a versão paga do antivírus. Se os utilizadores caírem nesta armadilha, estarão a pagar para remover malware que na realidade nunca existiu. O objectivo dos ciber-criminosos é, como na maioria dos casos, obter proveitos financeiros. Consulte um destes exemplos de falsos antivírus em: http://www.flickr.com/photos/panda_security/tags/fakeantivirus/

Apesar deste crescimento do adware, existiram mais Trojans do que qualquer outra categoria de malware, representando quase 60% de todo o malware surgido entre Julho e Setembro. Os worms (4,53%) e o spyware (2,93%) foram as outras categorias mais presentes.

O adware, no entanto, foi responsável por mais infecções do que qualquer outro tipo de malware, representando 37,49% de todas as infecções registadas pelo PandaLabs. Os Trojans (28,7%) e os worms (11,56%) encontram-se em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

NDRs: técnicas de spam em evolução

Os últimos meses testemunharam um notável aumento de um novo tipo de técnica de spam: NDRs.

Uma NDR (Non Delivery Report) é um e-mail automaticamente enviado pelos sistemas de e-mail para informar os remetentes acerca de problemas na entrega das mensagens.

As NDRs não se tratam por isso de spam, mas de e-mails legítimos normalmente entregues por servidores de correio incorrectamente configurados. Actualmente, as empresas líderes em anti-spam não consideram o spam definindo-o por conteúdos, antes vendo-o como “e-mails indesejados enviados massivamente”. As NDRs são interpretadas como correio indesejado, quando em teoria correspondem a um e-mail enviado pela vítima. Como consequência, as técnicas anti-spam utilizadas até agora não são eficazes contra este tipo de mensagens.

Além do mais, o actual volume de spam distribuído duplicou, e o facto de um utilizador receber uma NDR correspondente a um e-mail que não enviou, significa que alguém está a enviar spam utilizando o seu endereço de e-mail. Isto é possível roubando endereços de e-mail legítimos utilizando malware, ou comprando-os em fóruns, e utilizando-os como remetente através de um serviço SMTP. O servidor de e-mail alvo não verifica se o endereço do remetente é legítimo e apenas assegura que o endereço alvo existe. Caso exista, receberá o spam, e caso não exista o proprietário do endereço remetente receberá correio indesejado na forma de uma NDR.

“Esta técnica é utilizada por ciber-criminosos para escapar aos sistemas anti-spam, já que o correio indesejado será entregue caso esteja na lista de contactos de alguém”, explica Luis Corrons, Director Técnico do PandaLabs.

O Relatório Trimestral do PandaLabs pode ser transferido a partir de http://www.pandasecurity.com/spain/homeusers/security-info/tools/reports/?sitepanda=particulares

 


 

  • Feed RSS para press releases

  http://www.pandasecurity.com/virus_info/exports/rss/pandapt.xml

 

  • Adicione esta notícia a MyWeb

 

 

Comunicação Portugal
E-mail: comunicacao@pt.pandasecurity.com
Número de telefone: + 351 219 42 68 00