Encontra-se em: Panda Security > Home Users > About Panda > press-releases > Lista dos últimos press releases

RssBurner ViewNews True 0

Panda faz previsões de malware para 2008

19/12/2007 0:00:00.

O PandaLabs, o laboratório anti-malware da Panda Security, realizou uma previsão de como as ameaças da Internet evoluirão em 2008. 

 

Um dos principais factores chave será o aumento do volume de malware, conhecido e desconhecido, em circulação. Se já se verificou um aumento notável em 2007 comparativamente a anos anteriores, esta tendência muito provavelmente intensificar-se-á em 2008.

 

No entanto, o PandaLabs prevê que este aumento afecte plataformas que não foram ainda alvo dos ciber-criminosos. Assim, poderá haver um aumento nas ameaças destinadas a sistemas Mac ou a serviços VoIP.

 

Relativamente aos objectivos dos criadores de ameaças, permanecerão os mesmos, com ênfase na obtenção de dados confidenciais para fraudes e furtos. Os Banker Trojans continuarão a estar presentes e haverá um aumento significativo no número de Trojans desenvolvidos para furtar informação de utilizadores de redes sociais (Myspace, Facebook, etc.), e de jogos online. De facto, durante 2007, o furto deste tipo de dados consolidou-se como um novo modelo de negócio criminoso na Internet.

 

De acordo com Rui Lopes, Director do Departamento de Consultoria da Panda Security Portugal, “As plataformas actuais não serão as únicas sob ataque. À medida que sistemas como o iphone, o gphone, etc., se tornam mais populares entre os utilizadores, os criadores de malware começarão a utilizá-los para propagarem as suas criações e obterem benefícios”.

 

Meios de propagação

 

Ao longo deste ano temos visto um aumento da utilização de kits de instalação de malware capazes de explorar vulnerabilidades em servidores para modificar páginas web que infectem automaticamente os computadores dos visitantes. Esta situação aumentará consideravelmente em 2008, à medida que estas ferramentas provam serem bastante eficazes no que diz respeito a infectar um grande número de sistemas. Além disso, os ciber-criminosos continuarão a estar alerta para novas vulnerabilidades em sistemas operativos e aplicações que lhes permitam instalar malware sem o conhecimento por parte dos utilizadores.

Além disto, técnicas clássicas como engenharia social continuarão a ser utilizadas embora possam adoptar novas formas: desde cartões de felicitação a actualizações do Windows falsas, como ocorreu recentemente.

 

Outro meio de propagação que será visto certamente em 2008, é o denominado “drive-by download”, que consiste na inserção de uma página que consegue detectar vulnerabilidades em computadores específicos de forma a infectá-los.

 

Malware mais complexo

 

Finalmente, no que respeita a novas tendências nos campos tecnológicos, os ataques têm vindo a mostrar-se cada vez sofisticados ao longo de 2007, e o novo malware tem vindo a tornar-se cada vez mais complexo. Esta complexidade ultrapassa o aparecimento de diversos tipos de ameaças, resultando no aparecimento de malware híbrido. Tudo aponta para que este fenómeno continue ao longo do próximo ano.

 

O PandaLabs destaca ainda que o malware como bots ou Trojans serão controlados remotamente não apenas através de IRC, mas também de redes P2P ou do protocolo HTTP. “Esta é a forma dos ciber-criminosos assegurarem o sucesso das suas actividades maliciosas, já que este tipo de sistema permite-lhes comunicações encriptadas, dificultando a sua detecção”, explica Rui Lopes.

 

A Panda Security oferece diversas ferramentas gratuitas para analisar PCs em http://www.infectedornot.com

 


 

  • Feed RSS para press releases

  http://www.pandasecurity.com/virus_info/exports/rss/pandaes.xml

 

  • Adicione esta notícia a MyWeb

 

 

03/12/2007 0:00:00 Trojans causam maioria das infecções em Novembro
14/12/2007 0:00:00 Banker Trojans ameaçam compras de Natal

Comunicação Portugal
E-mail: comunicacao@pt.pandasecurity.com
Número de telefone: + 351 219 42 68 00