Encontra-se em: Panda Security > Home Users > About Panda > press-releases > Lista dos últimos press releases

RssBurner ViewNews True 0

Relatório PandaLabs: Coreia do Sul é agora o país com mais PCs infectados

08/08/2012 0:00:00. Untitled Document

O PandaLabs, o laboratório anti-malware da Panda Security, publicou o novo Relatório do 2º Trimestre com a habitual análise detalhada dos principais eventos relacionados com segurança informática ocorridos durante esse período. Só no segundo trimestre de 2012, foram criados mais de seis milhões de novos exemplares de malware, valor que acompanha a tendência que se verificou no primeiro trimestre do ano.

Coreia do Sul lidera lista de países mais infectados pela primeira vez

A média de PCs infectados em todo o globo situa-se neste momento nos 31,63%, caindo cerca de 4% face ao que foi verificado o trimestre passado através dos dados recolhidos no sistema de Inteligência Colectiva da Panda Security. A Coreia do Sul lidera pela primeira vez este ranking, com 57,3% dos PCs infectados, um aumento de quase 3% quando comparado com o valor observado no primeiro trimestre. A China desce para a segunda posição, com 51,94%, seguida por Taiwan e pela Bolívia, que entra no top 10 directamente para o quarto lugar. Por outro lado, a lista dos 10 países menos infectados é praticamente dominada por países Europeus, sendo o Uruguai a única excepção. A Suiça, com apenas 18,4% dos PCs infectados, retira o primeiro lugar à Suécia neste ranking, que atinge os 19,07%, sendo as únicas nações com índices abaixo dos 20% de computadores infectados. Noruega, Reino Unido, Uruguai, Alemanha, Irlanda, Finlândia, Hungria e Holanda são os restantes países menos infectados desta lista, o que significa que Portugal perdeu o seu lugar no top 10 dos menos infectados, situando-se agora entre a França e o Japão com um índice de 27,56% dos computadores afectados.

Luis Corrons, director técnico do PandaLabs, refere que “a lista dos países mais infectados é dominada por algumas das nações tecnologicamente mais avançadas do mundo, sendo a única excepção a Coreia do Sul. Apesar de poderem existir outros factores que influenciem estes resultados, parece haver uma ligação clara entre o desenvolvimento tecnológico e os rácios de infecção de malware.”  

Países mais infectados com malware

Estatísticas sobre malware

Os Trojans continuam a representar a maioria das novas ameaças criadas este trimestre, com 78,92%, seguidos pelos worms, com 10,78% e os tradicionais vírus, com 7,44%. O último lugar foi ocupado pelo adware/spyware, apenas 2,69% de todo o novo malware. É curioso verificar que os novos vírus se mantém no terceiro lugar, após terem caído da segunda posição que ocupavam no Relatório Anual de 2011 com quase o dobro da representação actual (14,24%). Os worms mantêm-se estáveis no segundo posto, tendo a sua presença entre os novos códigos maliciosos crescido ligeiramente, dos 9,3% no primeiro trimestre para aproximadamente 11% no segundo.

Novas ameaças criadas no segundo trimestre

No que diz respeito à percentagem de infecções causadas por cada tipo de malware, os Trojans mantêm-se fortes no topo da tabela, com um aumento de representação de praticamente 10% no total de infecções comparativamente ao trimestre passado (76,18% face a 66,3%). Os vírus são o segundo tipo de malware mais presente, com 7,82%, seguido pelos worms, com 6,69%. “É interessante notar que os worms apenas causaram seis porcento de todas as infecções, apesar de representarem quase 11% de todo o novo malware criado”, sublinha Corrons. “Os dados corroboram o que já é do conhecimento geral: as epidemias massivas de worms tornaram-se algo do passado e foram substituídas por uma avalanche crescente de Trojans bancários, como o famoso Vírus da Polícia.”

Percentagem de infecções causadas por tipo de malware 

O trimestre em resumo

No Relatório do 2º Trimestre, o PandaLabs analisa em detalhe os principais incidentes de segurança ocorridos nesse período, entre os quais a proliferação e evolução do famoso "Vírus da Polícia" de scareware a ransomware, e o Flame, um vírus destinado à ciber-espionagem que se tornou um dos mais destacados casos do ano. 

O relatório cobre ainda os últimos casos de ciber-crime, como o ataque de hackers a utilizadores da Wikipédia, a exploração de uma enorme falha de segurança no sistema bancário do Irão, e as novas formas encontradas pelas autoridades legais para combater o roubo de dados. Para concluir, inclui informações sobre os mais recentes ataques a telemóveis e redes sociais, as operações de ciber-espionagem entre nações como os EUA e o Iémen, ou o tradicional ciber-conflito entre as Coreias do Norte e do Sul.

O PandaLabs aconselha todos os utilizadores a manterem os seus computadores protegidos de forma adequada, e sempre actualizados. Teste gratuitamente as soluções Panda em http://goo.gl/X38d6.

O Relatório Trimestral pode ser transferido em http://press.pandasecurity.com/press-room/reports/

 


 

  • Feed RSS para press releases

  http://www.pandasecurity.com/virus_info/exports/rss/pandapt.xml

 

  • Adicione esta notícia a MyWeb



Transferências Antivírus Antivírus 2012 Informações Antivírus Grátis Notícias sobre vírus Tecnologia Antivírus Transferir Panda Internet Security 2012 for Netbooks Comprar Panda Internet Security 2012 for Netbooks Transferir Panda Antivirus Pro 2012 Comprar Panda Antivirus Pro 2012 Transferir Panda Internet Security 2012 Comprar Panda Internet Security 2012 Transferir Panda Global Protection 2012 Comprar Panda Global Protection 2012 Soluções Empresariais Transferir Software Empresarial Panda GateDefender Serviços Geridos SaaS

 

 

25/07/2011 0:00:00 Panda detecta novo Trojan que usa Dilma Rousseff para se distribuir
06/10/2011 0:00:00 Notícia da morte de Steve Jobs explorada por hackers
31/10/2011 0:00:00 Mais de 5 milhões de novas ameaças detectadas no terceiro trimestre pela Panda Security

Comunicação Portugal
E-mail: comunicacao@pt.pandasecurity.com
Número de telefone: + 351 219 42 68 00