Encontra-se em: Panda Security > IT Security for Business > support > Soporte Productos Panda Security

RssBurner ViewNews True 0

Mais de 5 milhões de novas ameaças detectadas no terceiro trimestre pela Panda Security

31/10/2011 0:00:00. Untitled Document

O PandaLabs, laboratório anti-malware da Panda Security, publicou novo relatório trimestral referente ao terceiro trimestre de 2011, analisando os diversos acontecimentos e incidentes relacionados com a segurança informática que ocorreram entre os meses de Julho e Setembro. Apesar deste trimestre ser o período de férias preferencial em muitos países, isso não contribuiu para um decréscimo na criação de malware. Só nestes 3 meses foram criados 5 milhões de novos exemplares de malware, e o recorde de novos Trojans foi quebrado, confirmando a preferência desta categoria por parte dos ciber-criminosos para as suas acções de roubo de informação.

O grupo Anonymous, que saiu definitivamente do anonimato no segundo trimestre, continuou a encher manchetes ao longo deste período, nomeadamente devido à detenção de alguns dos seus membros, ao roubo de dados de diversos websites e à sua "Operação PayPal".

Como habitual, o relatório do PandaLabs inclui ainda informação sobre cibercrime, ciberguerra, redes sociais, plataformas Mac e móveis, e uma secção inteiramente dedicada à exploração de vulnerabilidades.

Segundo Luis Corrons, Director Técnico do PandaLabs, “o destaque deste terceiro trimestre vai para o novo recorde na criação de novos exemplares de Trojans. 3 em cada 4 novos exemplares de malware criados foram Trojans, o que vem comprovar o foco dos ciber-criminosos no roubo de informação dos utilizadores”.

Dados do terceiro trimestre

Durante os meses de Julho, Agosto e Setembro, o recorde de novos exemplares de Trojans foi ultrapassado. Três em cada quatro novos exemplares de malware detectados foram Trojans, aumentando a sua representação de 68% de todo o novo malware detectado no trimestre passado, para os 76,76% neste período. Desde a massificação do cibercrime que os Trojans se têm mantido no topo, mas nunca antes tinham alcançado tão elevada percentagem. O segundo lugar foi ocupado pelos vírus com 12,08%, menos 4% do que no trimestre anterior. Em terceiro surgiram os worms, que decresceram dos 11,69% para os 6,26% face ao verificado no relatório passado. Destaque para o aumento do número de novos exemplares de adware, de 1,37% no segundo trimestre para 3,52% no período agora analisado, essencialmente devido ao aumento do número de falsos antivírus, que se incluem nesta categoria.


Novos exemplares de malware detectados pelo PandaLabs no 3º trimestre

Observando os dados recolhidos pela Inteligência Colectiva da Panda Security sobre a proporção de cada tipo de malware no total de infecções verificadas, os resultados são semelhantes ao que se verificou no trimestre passado. Os Trojans, vírus e worms continuam a ocupar as três posições do topo, representando 63,22%, 10,11% e 9,74% do total de infecções, respectivamente.


Infecções por tipo de malware

Só as 10 espécies de malware mais activas representaram no seu conjunto, metade de todas as infecções ocorridas (49,97%).


Infecções por famílias de malware

Uma vez mais, China lidera o grupo dos países mais infectados, e Portugal ocupa 24º lugar

Entre os países mais infectados no mundo, a China volta a liderar o grupo com 62,47% dos PC's afectados, de acordo com os dados da Inteligência Colectiva. Taiwan (50,93%) e Turquia (46,68%) ocupam o segundo e terceiro lugar, respectivamente, seguidos pela Rússia e Polónia.


Países com maior rácio de infecções

No lado oposto, a Suécia volta a ser o país com a taxa de infecção mais reduzida (apenas 23,36% dos PCs infectados), seguindo-se o Reino Unido, Suiça e Alemanha. Portugal mantém-se como o 24º país mais infectado, e apesar de se encontrar no grupo dos países menos afectados, é extremamente importante ter em conta que 30% dos computadores analisados no nosso país se mostraram infectados com algum tipo de malware. Uma característica curiosa é que os países menos infectados são praticamente todos Europeus, com excepção do Japão e Austrália.


Países com menor rácio de infecções

“É muito importante tomar nota dos países que, relatório após relatório se colocam entre os menos infectados, como a Suécia, e observar as boas práticas adoptadas de modo a aplicar os mesmos princípios. Devemos aprender com todos os sucessos e erros para alcançarmos um mundo digital mais seguro”, afirma Luis Corrons.

Como habitualmente, o PandaLabs aconselha todos os utilizadores a protegerem adequadamente os seus computadores com soluções de segurança avançadas, como as que compõem a sua gama 2012, e que poderão testar gratuitamente e de forma 100% funcional durante 1 mês, em www.pandasecurity.com/caboverde/homeusers/solutions.
 
O novo relatório trimestral do PandaLabs já se encontra disponível em http://press.pandasecurity.com/press-room/reports/.

 


 

  • Feed RSS para press releases

  http://www.pandasecurity.com/virus_info/exports/rss/pandapt.xml

 

  • Adicione esta notícia a MyWeb



Transferências Antivírus Antivírus 2012 Informações Antivírus Grátis Notícias sobre vírus Tecnologia Antivírus Transferir Panda Internet Security 2012 for Netbooks Comprar Panda Internet Security 2012 for Netbooks Transferir Panda Antivirus Pro 2012 Comprar Panda Antivirus Pro 2012 Transferir Panda Internet Security 2012 Comprar Panda Internet Security 2012 Transferir Panda Global Protection 2012 Comprar Panda Global Protection 2012 Soluções Empresariais Transferir Software Empresarial Panda GateDefender Serviços Geridos SaaS

 

 

05/01/2011 0:00:00 Panda divulga principais incidentes de segurança informática no Relatório Anual de 2010
20/01/2011 0:00:00 Estudo da Panda revela dados alarmantes do ciber-crime
14/02/2011 0:00:00 Metade dos computadores do mundo infectados em Janeiro

Comunicação Portugal
E-mail: comunicacao@pt.pandasecurity.com
Número de telefone: + 351 219 42 68 00